Gestran

BLOG

Que tal uma pausa para ler um pouco sobre transporte e logística?

o-que-é-arla-32-e-qual-a-sua-importância

O que é Arla 32 e qual a sua importância?

Já parou pra pensar o que é Arla 32? E qual a sua importância? Toda e qualquer medida em prol da diminuição da poluição no meio ambiente deve ser levada a sério. Entre os principais meios de poluição está a emissão de gases por veículos, e a legislação busca formas de regulamentar maneiras para a diminuição dos agentes poluentes que vêm da queima de diesel por caminhões.

Você já deve ter reparado em muitos postos de combustíveis o anúncio “Temos Arla 32”. ARLA é a sigla para “Agente Redutor Líquido Automotivo” e sua principal função é reduzir a emissão de poluentes transformando óxidos de nitrogênio, altamente poluentes, em nitrogênio e água, que são materiais não nocivos, através da reação química com ureia.

O número 32 é a porcentagem da concentração de ureia, 32,5 gramas, para cada 100 gramas de água, composto que reduz em até 98% as emissões tóxicas na atmosfera, que além de poluírem o meio ambiente, também podem causar doenças respiratórias.

Como utilizar Arla 32?

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) tem, desde o ano de 2016, uma cartilha para orientar a forma correta de utilizar o Arla 32. A substância não deve ser colocada junto ao óleo diesel dos caminhões, mas sim em um tanque exclusivo, que normalmente é identificado com a tampa azul.

Também é importante utilizar um produto original de qualidade. Apesar da mistura ser basicamente de água com ureia, qualquer solução diferente do Arla 32 certamente trará danos ao catalisador, causando mais emissão poluente ao invés de reduzir o efeito.

A falta de uso ou a inadequação podem causar pesadas multas à empresa ou ao motorista de caminhão. Por isso é fundamental ter um controle sobre a procedência, melhores fornecedores e até mesmo em relação ao consumo do Arla 32 para que a frota não fique defasada.

Dicas para lidar com Arla 32

Nada melhor do que usar a tecnologia na hora de manter o controle sobre o Arla 32 da frota. Seja no momento de procurar o melhor preço ou gerir o consumo em cada um dos veículos da frota e avaliar o desempenho de emissão, sistemas automáticos certamente irão entregar a melhor performance.

01 – Negocie o melhor preço

Até uma temperatura de 30 graus, o Arla 32 tem durabilidade de 12 meses enquanto em temperaturas entre 30 e 35 graus, esse prazo cai para 6 meses.

Com esses números em mente, é possível para o gestor saber, com base nos dados extraídos da frota, qual a quantidade de Arla que ele precisa ter para um ano ou seis meses de consumo.

Assim, se ele tiver à disposição uma ferramenta inteligente, como o Gestran Combustíveis, que monitora desde o consumo por caminhão como também a otimização do uso, é possível programar compras maiores e negociar um preço mais atrativo, já que o gestor terá em mãos dados precisos para realizar uma análise apurada.

Para se ter uma ideia, a margem ideal é de 5% de Arla 32 para cada litro de Diesel. Se essa margem estiver fora, o Gestran Combustíveis, por exemplo, pode notificar qual veículo está tendo um consumo exagerado e, assim, as correções necessárias poderão ser realizadas.

02 – Confiança no produto

Outro ponto importante é ter um Arla de qualidade. Caso contrário, seu veículo pode sofrer danos severos e a eficácia no controle de emissão de gases pode ficar comprometida.

E novamente a tecnologia pode ser uma grande aliada. O Gestran Combustíveis emite alerta de serviços que indicam postos cadastrados e confiáveis, inclusive com a visualização dos preços no sistema. Sem falar que a empresa tem parceria com o primeiro marketplace de combustível no Brasil, que também conta com postos de confiança.

Gostou? Compartilhe conhecimento:

Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on facebook
Share on twitter

Quer saber mais? Leia alguns artigos relacionados:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *