Gestran

BLOG

Que tal uma pausa para ler um pouco sobre transporte e logística?

Sistemas-e-tecnologias-para-melhorar-o-preco-por-Km-rodado

Sistemas e tecnologias para melhorar o preço por Km rodado

O custo do Km rodado é uma das melhores métricas para calcular o preço de um frete. Mas realizar esse cálculo não é tarefa das mais fáceis. Algumas variáveis são muito importantes na hora de conseguir oferecer um preço competitivo. Sistemas e tecnologias para melhorar o preço por Km rodado são essenciais aumentar a lucratividade da empresa.

Sistemas e tecnologias para melhorar o preço por Km rodado, Sistemas e tecnologias para melhorar o preço por Km rodado, Gestran

Sistemas e tecnologias para melhorar o preço por Km rodado

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) criou uma tabela, a partir de resolução aprovada pelo colegiado da instituição, que estipula o preço mínimo para o quilômetro rodado com base em três fatores:

  • tipo de carga: geral, granel, neogranel, frigorificada e perigosa;
  • número de eixos carregados pelos veículos;
  • distância percorrida no frete.

Para chegar ao valor final mínimo do frete, basta multiplicar os valores. Por exemplo, em valores atuais (2021), uma carga a granel, carregada em 3 eixos, em um frete de 300 quilômetros, teria o valor mínimo de R$ 1.404,00 (4 eixos x 300 quilômetros x R$ 1,17 por quilômetro).

Não faça a conta errada

Existem vários outros fatores que influenciam o preço por quilômetro rodado. Como dito, a tabela da ANTT é apenas uma referência.

Na hora de ter o valor mais próximo do ideal, é preciso colocar na conta fatores como a manutenção do veículo, o GRIS (taxa para cobrir gastos relacionados à segurança), alimentação e pernoite do motorista, taxa, pedágio, preço do combustível, seguro…

São tantas variáveis em jogo que demandam do gestor da transportadora uma série de informações na hora de tomar a melhor decisão para fechar o preço de um frete.

Use a tecnologia a favor

Certamente, o uso de planilhas de custos não é a melhor opção. Processos desestruturados e descentralizados são nocivos à transportadora. Hoje em dia, existem sistemas e plataformas baseados em Inteligência Artificial e Business Intelligence (BI) que são fundamentais para a tomada de decisões mais assertivas.

A Gestran, por exemplo, tem uma plataforma para Gestão de Frotas que engloba uma série de soluções com o objetivo de reduzir o custo por quilômetro rodado. E sempre com a premissa de observar todas essas variáveis e apresentar soluções muito mais assertivas aos gestores.

Da manutenção aos melhores preços

Com a plataforma inteligente, é possível saber exatamente como anda o desgaste dos pneus e a hora exata para reposições e manutenções, permitindo um uso otimizado e evitando gastos desnecessários. A prevenção é sempre a melhor opção.

Além da gestão completa de consumo de combustível, a ferramenta também permite consultar e localizar os postos com os melhores preços praticados na plataforma. 

Possui também uma parceria estratégica como a Combutada, que é o primeiro marketplace de diesel do Brasil.

Assim, o gestor pode concentrar sua energia em buscar um preço muito mais competitivo, reduzindo o custo por km rodado e maximizando os resultados da empresa.

Gostou? Compartilhe conhecimento:

Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on facebook
Share on twitter

Quer saber mais? Leia alguns artigos relacionados:

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x